quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Leite só o da mamãe!


Quando tive o Dudu, (hoje com 10 anos), amamentei 2 anos e nunca fiquei sem leite, mas a Lia quando nasceu, depois de uns vinte dias, vi que ela não parava de chorar, um choro que dava dó de ouvir. Virei pro Bia e disse que era pra ele correr na farmácia comprar Nan.

Alternei mamadas no peito e na mamadeira uns dias, mas ela brigava muito com a mamadeira, fomos ao médico, meu médico disse que existem dois remédios para o leite descer: amor e paciência.
Fomos na médica da Lia, ela disse pra socar mamadeira, uma hora ia pegar, morrer de fome ela não ia.

Compramos um monte de mamadeiras com bicos de todas as cores e tamanhos, mas foi impossível fazer com que ela mamasse direito.

Até que o Bia teve uma luz e me falou pra parar de tentar, que ela não queria e pronto. Parei de limpar a casa, de cozinhar , parei de fazer tudo, ficava o dia inteiro com a Lia no peito, o Bia me ligava o dia inteiro perguntando se tinha descido leite, chegava em casa, colocava meus pés pro alto, tirava minha roupa, colocava um livro na minha mão, e me mandava relaxar.

Comecei a ler, a relaxar, e aprendi que não existe leite fraco, existe mãe fraca. Tem uma hora que a gente realmente se sente muito cansada, mas passa, é fase, não pode desanimar.

Aí quando a Lia estava com uns seis meses, deu uma frutinha, um suco, e aprendi a fazer um caldo de um cozido com arroz, feijão azuki, gergelim, aveia, trigo integral, e dava pra ela tomar, tem quase as mesmas propriedades do leite materno, com mais fibra, já que ela ia começar a se alimentar com outras coisas.

Amamento ainda, só à noite, a Lia está com 1 ano e um mês, não chupou chupeta, nem pegou mamadeira, sempre tomou tudo no copinho, tenho orgulho disso e tenho mais orgulho ainda de ter um marido como o Bia, que teve muito mais paciência que eu, que me apoiou sempre, e até hoje quando a Lia mama, fica do meu lado beijando os pezinhos dela.

Amor e paciência, o segredo tá aí.

Ah, a Denise fez um post lindíssimo, dêem uma passadinha lá.

7 comentários:

Sandra disse...

O Léo parou com 10 meses... Ele mordia ao invés de mamar. Foi triste tomar a famosa injeção para secar o leite. Mas acho que foi o suficiente.
Beijos

Karen B.B. disse...

Acho que a Lia vai ter que parar sozinha, adoro amamentá-la, esse momento que a gente fica com eles no colinho fazendo carinho, beijando, conversando é muito gostoso... beijo Sandra.

luma disse...

É estressante para a mulher constatar que existe um pequeno ser que depende dela para sobreviver. A sobrecarga emocional é grande! Parabéns pela superação e parabéns pela Lia!! Ah, já vi algumas fotos lá no blogue do Bia!! Beijus, Luma

luma disse...

Esqueci de comentar sobre a importância da figura paterna na vida da criança. Álias, falo disso na minha postagem! + beijus

Samantha Shiraishi disse...

Karen
você não imagina a satisfação que senti ao ver seu blog. Seu texto meigo me lembrou que o Giorgio também ficou sem leite dois dias, mas meu marido não suporta Nan e afins, deu leite de caixinha mesmo até eu voltar a ter o suficiente.
E dar de cara com um livro da Sônia Hirsch, sobre a qual tenho muitas histórias boas e uma gratidão grande, foi ótimo. Adorei.
Se você gosta de cozinha, tenho um blog de culinária com algumas amigas blogueiras, visite-nos quando puder. O link está no meu blog, chama-se Conversas de Cozinha.
Ah, citei a receita de leite de cereais no blog do desabafo de mãe, onde escrevo às terças e fiz um post sobre a blogagem coletiva tb.
Viu quanta coisa?
Passarei aqui mais vezes.
Abraços
Sam

P.S. Estou visitando as participantes da blogagem coletiva da Denise, da qual também orgulhosamente participei.

Anônimo disse...

oi gostaria de saber o nome da injeção, os meu filho st com 3 anos e mama dia e noite..
meu imail e danyluck2004@hotmail.com.
obrigada

Anônimo disse...

oi, tenho um bebe de quase 3 anos e ele come de tudo ,durante o dia ele nao quer mamar ,mais a noite ele nao mim deixa dormir, por favor mim ajude mim passe por e-mail o nome dessa injeçao.
E-mai: leacavalcanti1@hotmail.com
fique com Deus.