segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Chopp do Fritz

Estou postando isso porque acho que as pessoas que se propõe a fazer algo, o mínimo que se espera delas é que elas façam com competência.

Frequentamos o Chopp do Fritz de Americana há pelo menos dois anos, o Chopp Natur é nosso preferido o tomamos invariavelmente.

De um tempo para cá observamos que o atendimento não está sendo tão bom quanto o de costume, fomos no final de janeiro comemorar meu aniversário e fizemos uns pedidos que não condiziam com os pratos que chegavam à nossa mesa. Foi uma coisa bem desgastante, estávamos com as crianças, elas com fome, e tivemos um trabalho árduo tentando explicar para a garçonete o que ela deveria trazer.

Gostaria de falar com o dono do estabelecimento à respeito do ocorrido, mas ele dificilmente se encontra no local.

Fomos sábado almoçar lá mais uma vez, e quando sentamos, quem aparece para nos atender? Sim, ela, aquela garçonete...

E antes que fizéssemos qualquer pedido ela já foi avisando que sábado é dia de faxina na cozinha e os pratos executivos são de segunda à sexta, e ela teria que ver o que a cozinheira poderia fazer pra gente comer, já que o executivo é de segunda à sexta, e a conversa não acabou nunca...

Pedi um filé de frango à parmegiana, e ela muito fofa me pergunta:

- Filé mignon de frango à parmegiana?

Explicamos com muita calma que não, não era, era só de frango, frango, fran-go!

O que me chega na mesa? Um filé mignon. Claro.

Biajoni, com toda classe do mundo vai tentar explicar pra moçoila o que é frango e o que é vaca.

O cara que estava no caixa perguntou qual era o problema, explicamos pra ele que o problema é que tinham duas mesas ocupadas no restaurante, e ela conseguiu se confundir!

Ela, tentando se defender disse que os pratos tinham o mesmo valor, sendo assim, nem precisava reclamar, já que o preço é igual.

Acabou. Sábado frustrado.

Fiquei sabendo que o Chopp do Fritz de Campinas, as meninas que te atendem são super espertas, ágeis, e te dão dicas do que comer e beber, e o melhor: não erram os pedidos. ISSO é que é atendimento!

Bom, o que quero registrar aqui é que não quero falar mal do dono do estabelecimento, o que ele precisa saber é que as pessoas saem de suas casas querendo dar uma arejada na cabeça, elas trabalharam a semana inteira e querem relaxar, querem ser atendidos por uma pessoa minimamente capaz de anotar um negócio no papel, e o cliente satisfeito retornará e dirá pra outras pessoas que o chopp é ótimo e que o atendimento não é diferente.

É assim que se ganha dinheiro, credibilidade e prestígio. Trabalhando direito. Sendo responsável.

Boa semana à todos.

3 comentários:

Luzinha disse...

avemaria! mas e daí, miga, comeste mesmo assim?

bjus prá ti!

Ju Dacoregio disse...

E eu achava que coisas desse tipo só aconteciam em Criciúma.
Filé mignon de frango seria fruto do cruzamento de um boi com uma galinha?!

Fábio Shiraga disse...

sabe o que eu acho mais estranho e triste? é que hoje em dia a gente costuma estranhar quando é bem atendido.
eu que já fui barman, sempre que posso, gosto de dar uma gorjeta porque eu sei o quanto isso pesa no final do mês do trabalhador. o problema é que na maioria das vezes, dá vontade de pedir pro restaurante te dar um desconto por conta do pobre atendimento.