segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Dona de casa desesperada

Olá meus amores! Como estão as coisas? Passaram bem?

Bem, eu passei a semana passada mobilizando os moradores aqui do meu bairro sobre a falta d´agua, e acho que consegui, finalmente incomodar o Excelentíssimo senhor Prefeito Érich Pretzel, não é esse o sobrenome, mas é parecido com isso...

Durante a semana toda dei entrevista pro Jornal Todo Dia, escrevi cartas pros jornais impressos, e a mesma carta foi entregue na mão do Assessor de Comunicação da Prefeitura de Americana durante um evento no meu bairro na sexta feira dia 19 de Setembro.

Perguntei pro sr. Orestes (o Assessor), por que a Prefeitura não pediu um recurso do Governo chamado PAC, onde o Governo libera dinheiro pras Prefeituras investirem em Saneamento Básico? Perguntei se ele queria que eu descobrisse como recorrer a esse fundo já que na Prefeitura os caras estão batendo cabeça...

O que o Assessor vai fazer com a carta eu não sei, mas sei que um jornalista da Rede Família, uma tv de Limeira me ligou e marcamos uma entrevista pra amanhã aqui em casa. Vou poder mostrar meu monte de roupa sem lavar e minha louça na pia, criando moscas, hahaha!

Estou feliz, acho que todo meu trabalho não foi em vão, porque não pouparei esforços para que a população veja e escolha direito seu candidato na próxima eleição.

Estou trabalhando também numa notificação que será entregue para o Departamento de Água e Esgoto com assinaturas dos moradores.

Reclamo não só da falta da água mas pedi para a Prefeitura que a população pudesse ter um incentivo para o reaproveitamento dela, um programa de preservação, a informação é uma arma, por isso o povo fica quieto, e nunca reclama, não tem conhecimento... acho que estou fazendo minha parte.

A carta:

FALTA DE ÁGUA É CULPA DA PREFEITURA

Sempre que algum problema envolvendo o poder público aparece, já preparamos os ouvidos para ouvir as habituais desculpas de sempre.
A primeira e mais comum é aquela que responsabiliza administrações passadas pela atual situação.
A segunda, aponta fatos fortuitos; condições naturais ou acidentes.
No caso da falta d´água, nenhuma das duas justificativas podem ser válidas válidas.
No caso da primeira, vejamos que o grupo do atual senhor prefeito aí está há pelo menos sete anos.
Creio ser tempo mais que suficiente para, pelo menos, estabelecer um plano estratégico para que não houvesse as referidas faltas d´água.
No caso da segunda, temos hoje tecnologia suficiente para prever longos períodos de estiagem (como o que estamos vivendo) e para
indicarmos alternativas de captação. Ou será que o pessoal do DAE não sabia, há 60 dias, que podíamos viver o colapso atual?
Em se tratando de abastacimento, é necessário algum sentido premonitório.
A culpa não seria então do DAE - ou do 'pessoal do DAE', já que o DAE não é um ente metafísico?
Não. A culpa é mesmo da prefeitura - ou do prefeito, já que precisamos corporificar o culpado - que é a responsável pela condição e sobrevida
da população de uma cidade. Se o DAE é um problema, desmantele o DAE ou crie outro órgão. Qualquer coisa, mas resolva o problema!
Uma terceira desculpa emerge quando o assunto é falta d´água ou de esgoto tratado: a falta de dinheiro.
Tampouco essa desculpa pode ser dada à população, quando vemos 10 bilhões de reais disponíveis para as prefeituras no PAC do Lula.
São precisos projetos para obter recursos e, nesse ponto, seria bom que a prefeitura deixasse de nomear cargos políticos para nomear cargos técnicos.
O direito humano à água é reconhecido em tratados internacionais, declarações e leis ordinárias como fundamental e essencial.
A falta de água deve ser resolvida com prioridade pelos governos, de acordo com o Conselho dos Direitos Humanos.
O que está acontecendo em Americana é passível de ser denunciado para grandes órgãos internacionais, já que afetam, inclusive e sobretudo, a
saúde humana.
O que vemos circular pelos encanamentos em Americana é AR e a população está pagando por esse ar, já que ele também movimenta os hidrômetros.
Enquanto as autoridades acharem que o povo é burro, não se informa, não sabe dos seus direitos ou não acompanha os jornais, iremos sofrer.
E eles esperarão sentados para se eleger.
Ou se reeleger, se for o caso.
Karen Bassetti
RG:

2 comentários:

Sandra disse...

clap! clap! clap!

Boa sorte na entrevista amanhã.

Beijos

Brigateando disse...

Meu voto já é seu, muié... :)