quarta-feira, 21 de maio de 2008

Voltei, mas len-ta-men-te.

A mudança deixou a família Biajoni um tanto quanto com : virose, essa cidade está com uma epidemia de Rota-vírus, e eu que tenho horror a vírus, ora vejam, vim parar bem aqui... Todo mundo doente.
Segunda-feira levei a Lia pra escola, tem uma aqui pertinho de casa, assim consigo espiá-la toda hora, mas tá difícil, ela fica chorando muito e não quer sair do meu colo nem pra tomar banho, está insegura, achando que será abandonada por mim a qualquer momento.
Então, quem é mãe sabe bem do que se trata, estou chorando muito aqui também, preciso fazer coisas, começar a trabalhar, e fico com pena dela lá, chorando e choro aqui também. Aliás, choro agora, de pensar nela...
Acho que não dá pra escrever mais nada, um beijo, logo volto, mais animada, mais adaptada e menos bunda-mole.

8 comentários:

Flavio Prada disse...

Fica tranquila que no meu tempo Rota era algo muito mais perigoso que um viruzinho. Fazia muita gente chorar também. Deixa disso.
Beijos.

Vivien Morgato : disse...

O tempo de adaptação não deve demorar mais do que duas semanas...aguenta firme, ok?
Vai ser bom pra ela, vai se divertir.
beijão.

laila disse...

ai imagino o aperto no coração q dá....fico feliz q tenha dado noticias...

bjos e ate logo!!

Anônimo disse...

Tudo vai dar certo. É só a fase de adaptação, Karen.

Tô aqui na casa de uma amiga apresentando teu blog prá ela, já tá aqui nos favoritos, que ela curte cozinhar. ;-)

Shiraga

Helena disse...

oi karen! sempre leio seu blog, mas acho q nunca comentei!
mas fiquei com vontade de te dar um abraço e dizer "fica bem, querida, que tudo vai ficar também!". No fundo, no fundo, a lia sabe que vc não vai abandona-la! pode ter certeza!
bjos com carinho

Harpa disse...

Karen, minha comadre, vai ficar tudo bem. Esse começo é mesmo difícil. E Lia passou por duas mudanças importantes; afinal, mudar de casa e começar a frequentar escola são coisas muito estressantes. Logo logo ela fica bem.

Beijos

Claudia Lyra

Ana disse...

Karen...quanto tempo !!!!
Olha, procure se tranquilizar. Comece deixando pouquinho por dia e vai aumentando. Tem de ter firmeza porque eles sentem quando também estamos inseguros.
Não tive problema com os meus, mas conheço histórias de outras mães e outras crianças.
No mais, muita água contra esse vírus que logo ele acaba e não deixem de se alimentar.

Um beijo pra toda a família Biajoni e para a vó também.

Ana.

Karen B.B. disse...

Obrigada meus amores!!!