quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Relaxar é preciso!


As coisas nem sempre são fáceis, e a vida a dois também não, imagina vida a quatro... Sim, tenho que dividir a atenção sempre, e tento fazer isso em partes
iguais pra ninguém ficar triste...

É uma correria, Bia trabalhando demais, Dudu tendo trabalhos de escola e provas mil nesse fim de ano, e Lili que só chora e cai e chora e cai... haja coração... e amor, e paciência e bom humor.

Lembrei de um trecho do "Paixão emagrece, amor engorda", da Sonia Hirsch, que diz:

" Claro que nada é perfeito. Diante disso, quem sabe uma boa atitude seria termos um pouco de férias diariamente. Assim iríamos experimentando diferentes modos de vadiagem e estaríamos mais preparados para as férias grandes. Por exemplo:

* Todos os dias tirar dez minutos pra não fazer nada. Nada, nada, nada. Só ficar olhando distraidamente, ouvindo distraidamente, sentindo cheiros que aparecem por si.

* Tirar sonecas rápidas a qualquer hora, em qualquer lugar, sem vergonha. Alguns minutos de sono profundo, espontâneo, valem mais do que horas a mais no fim de semana.

* Brincar um pouco com crianças, gatos, cachorros, recuperar a criança interior, alegre e sem compromissos. Ter alguma atividade física prazerosa, sexo incluído.

* Cantar com gosto, no chuveiro ou no coral, no trânsito, na janela do apartamento.

* Acordar 10 minutos mais cedo, de manhã, pra ficar espreguiçando, bocejando, lembrando sonhos.

* Visitar galerias de arte, interesar-se por pessoas novas em lugares públicos, andar à toa pelo centro da cidade, rever amigos.

* Não levar-se muito a sério. Tirar férias do ego e imaginar-se uma pessoa comum, que deseja apenas ser feliz - como todas as outras."

Beijinhos relaxantes... om... om... om...

6 comentários:

Fábio Shiraga disse...

ah, hoje foi meu último dia de trabalho para a justiça, fui dispensado, e aí o que eu fiz?
assisti um filme e depois dormi a tarde!
isso não tem preço mesmo!

agora deixa eu ir que a correria vai pegar de novo. hehehe...

valter ferraz disse...

Karen, relaxia, fia relaxa!

Vivien Morgato : disse...

eu vou relaxar, dá cá uma faca de pão pra cortar os pulsos..
ahhhhhhhhhhhhhhhh.....;0)

Aninha Pontes disse...

É isso, olhe-se no espelho e ria de vc mesma.
Diga eu sou feliz, e repita isso mil vezes.
Você vai acreditar.
Um beijo

Claudia Lyra disse...

Dicar preciosas... o problema é que não consigo colocar muitas delas em prática... ai!!!

Pat Feldman disse...

Perfeito, perfeito, perfeito!!!

Feliz ano novo!! Linda família!!