segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Parabéns, benzinho!


Quando jurei que jamais me casaria de novo, você apareceu,
Jurei que não teria mais filho, fizemos,
Não foi exatamente nessa ordem, hahaha!
Obrigada por ser tão doce, tão amigo,
Me dar remedinho na cama quando estou de ressaca,
Pelos chazinhos, pelas massagens,
Por ter me dado a Lia,
Por fazer de mim uma mulher tão amada, tão especial,
Obrigada por me ajudar com os livros, e textos e músicas,
Meu amo, meu mestre, meu amante...

7 comentários:

Biajoni disse...

obrigado, linda.
amo você.
:>*

Vivien Morgato : disse...

Ah, menina, um cara que te deu uma Lia, uma fofa daquelas, vc tem que mimar mesmo...eeheh
beijos.

Sandra disse...

Pronto! passou o mal humor do homem!!!

Karen B.B. disse...

Vivi, vc viu como é linda a Lia? Uma delícia de neném...
Sandra, ficar velho não é tão simples assim, Biajoninho tá mau humorado ainda...

Carol disse...

Oi, vim conhecer teu blog. Adorei!

Flavio Prada disse...

O teu marido é muito legal, gosto mesmo dele, mas é bem feinho coitado. Manda um abraço pra ele.

Karen B.B. disse...

Hahaha! Flávio, eu sou bonita por nós dois... pra sorte dele. Que saudade de vc, menino!
Ah, Carol, que surpresa, obrigada também adorei o seu!
Beijos pra vcs.